Dica de quinta: Phosfato.

Conheci a Phosfato através do Instagram de algumas blogueiras e resolvi me aventurar a conhecer. Eu admito que fico impressionada com o quanto o ser humano ainda pode "criar" coisas interessantes nos dias de hoje e, simplesmente, AMEI o trabalho da Phosfato.


Com o lema de "Não imprimimos fotos, fabricamos memórias", a Phosfato funciona através da sincronização das nossas contas no Facebook e Instagram, ou ainda quando enviamos fotos de nosso celular, para que sejam sorteadas, impressas e enviadas para nós.


Achei interessante a aparência de foto daquela câmera Polaroid, e eles garantem "formatos exclusivos, papel fotográfico de alta qualidade e uma embalagem especial". Você pode escolher um dos planos para fazer a assinatura: Mini Pack (6 fotos surpresas), Smart Pack (9 fotos surpresas) e Elephant Pack (12 fotos surpresas).


Escolhi o Elephant Pack e achei o valor bastante razoável ainda que sejam fotos em tamanho pequeno. O mais incrível de tudo é que estou pra fazer dois álbuns (um da gestação o outro da Marisol) e aí me surge a Phosfato imprimindo minhas memórias de forma a me deixar bastante empolgada com o mecanismo do sorteio!

Meu sorteio ocorreu ontem, ainda levará cerca de cinco dias para eles produzirem e então enviarem as fotos surpresas pra mim. No site, vão sendo carregadas fotos desses aplicativos aos poucos e você é quem vai dizer quais você quer que entre no sorteio. Pode adicionar legenda, data e número de curtidas.

Enquanto eu aguardo minhas fotos, você já pode ir lá fazer sua assinatura GRATUITA e sem compromisso (você pode cancelar a assinatura quando quiser, sem custo) e utilizar meu cupom de desconto  BARBARAC4516.

Assim que minhas fotos chegarem, venho contar pra vocês minhas impressões a respeito.
Quem não gosta de uma surpresa, né?!

Conheça também o Instagram da Phosfato .

:*
Uma quinta de paz e luz!

Inspiração: Avon - Impossível não te notar.

Aquele momento em que você está assistindo ao vídeo de "Seu Lobato tinha um sítio" e aparece uma propaganda. Geralmente espero os três segundos e já "pulo", mas algumas vezes eu procuro dar uma chance e ver do que se trata. 

Hoje me inspirou essa homenagem da Avon à jogadora Marta que, aliás, acaba homenageando a todas as mulheres pela força, garra, dedicação. A Marta é essa mulher que representa o mulheril muito bem, ela vem pra fazer diversas sociedades machistas ficarem aos seus pés com seu talento (NATO).

E a Avon...aaahh... que sacada! Que homenagem!
Inspire-se!




O impossível é não te notar 
Quem olha no olho não passa despercebida, porque sabe quem é e onde pode chegar. Vem cá, olha no olho dela. Marta, a maior artilheira do mundo. Ela sabe a força que tem. Ela ocupa o lugar que escolheu. Olha pra ela. Olha essa força. Até mesmo porque… É impossível não notar essa mulher.


O olhar da Marta é ressaltado pela máscara de cílios Big & Extreme, lançamento da marca que já quero experimentar!

Hashtag das boas né (#impossívelnãotenotar)? Já quero participar com meu olhar! ehehehe
Quem sabe?!

Parabéns à Avon, à narradora da homenagem e, principalmente, à Marta!

:**

Frase de efeito: Livro - As vantagens de ser otimista.

Não analisar. Isso é o que mais faço, o tempo todo. Até quando não faz sentido, meu cérebro passa a analisar uma situação dezenas de vezes e isso me tira a paz. Muitas vezes o que acontece nem é tão importante, mas quando a cena passa, minha mente parece querer buscar e encontrar problema em tudo o que aconteceu, repassando cada cena, gesto, fala, e deturpando tudo a seu bel-prazer só pra me deixar na paranoia.

E caio nessa página do livro As vantagens de ser otimista, de Allan Percy, me dizendo que, provavelmente, eu seja uma pessimista por sair analisando a vida com uma lupa.



Quando nosso olhar pousa em algo de modo inquisitivo, acabamos distorcendo aquilo que vemos.


Sei exatamente de onde vem essa minha paranoia mental, infelizmente tá no sangue, na convivência. É algo que trabalho MUITO, luto MUITO para me livrar. Mas tem dia que a gente parece querer estar suscetível a analisar obsessivamente algo, a transformar uma gota em uma tempestade, a se fazer de vítima, a colocar o outro numa posição de vilão...entre diversas coisas que faço em momentos assim.

Mas, em contrapartida, ligo o lado racional e coloco ele em ação. Se não der certo, experimento contar a tal situação vista sob uma análise minuciosa, a alguém de confiança. Percebo, no momento em que deixo as palavras saírem, o quanto elas não fazem sentido.

E aprendo para a próxima. Até que não haja próxima.

Você faz isso?

:*
Uma terça de MUITA luz!

Semana "Na ponta do pé"!

Vamos começar a semana com bastante entusiasmo?! Só de abrir os olhos e sentir o ar preenchendo nossos pulmões já é uma grande dádiva! E para que você faça tudo isso com elegância, recomendo colocar nas unhas o esmalte Na ponta do pé, da Impala



Esse é o quarto tom que experimento, da coleção Bailarina (outros aqui), e estou apaixonada por ele! Para quem gosta de esmaltes nudes, essa coleção é promissora. Pode ser que alguma cor não te agrade, ou não fique bem em suas unhas (como no caso do Ballet Clássico, não gostei em mim), mas alguma irá te agradar.

Mais uma vez, isso não é um publieditorial.


Uma semana iluminada para nós!
:*

Dica de filme para o final de semana.

Dá pra recomendar o filme Uma dobra no tempo?. Dá sim. Primeiro por cada um ter uma diferente percepção sobre todas as coisas e não significar que quando a crítica não aprova, o público também não aprovará. Sempre vale a pena tentar, desde que seja o seu tipo de entretenimento.

Os irmãos Meg (Storm Reid) e Charles (Deric McCabe) decidem reencontrar o pai (Chris Pine), um cientista que trabalha para o governo e está desaparecido desde que se envolveu em um misterioso projeto. Eles contarão com a ajuda do colega Calvin (Levi Miller) e de três excêntricas mulheres em uma ousada jornada por diferentes lugares do universo. (Fonte: AdoroCinema)

Imagem via

Este filme dirigido por Ava DuVernay com roteiro de Jennifer Lee baseado no livro de Madeleine L'Engle, ensina mas também desaponta. Acredito que isso ocorre muito pela grande expectativa que criamos ao ver o trailer e para quem leu o livro (e gosta quando são reproduzidos nas telonas).

Eu gostei, mas admito que falta algo. É uma maravilha que fala de física e universo, e traz cores e efeitos bem atrativos (os efeitos deixam a desejar um pouco). As atuações são muito boas, mas forçam um pouco em determinados momentos. Eu acredito que isso ocorre porque entre o racional e o mágico universo das crianças faltou um pouco de ambos no longa.

Eu adoro filmes desse tipo, fantasia. Mas falta magia à fantasia empregada e faltou convencimento em uma ou duas cenas sobre a razão. Mas é um belo filme para se assistir em família, ou caso você seja como eu e marido, que adora esse tipo de película. 

No mais, o filme traz algumas belas lições e não pode ser desperdiçado por suas "faltas" já que há nele um universo de curiosidade sobre o desconhecido, o sobrenatural, a própria física, enfim. Quem curte ou tem filhos que curtem histórias de fantasia, fica a dica!

Agora eu vou procurar o livro pra ler. Pode ser que seja mais fantástico ler a aventura como a criadora imaginou, sem a perspectiva racional e sistemática da Ava DuVernay.

Um glorioso final de semana!
:*

Dica de quinta: nada pode nos tirar a paz.

Sabe, muitas vezes carregamos problemas além do que nos é natural. Digo isso porque temos a mania (alguns de nós) de tentar ajudar os outros a lidar e a resolver seus problemas, nos trazendo ainda mais preocupações que não são as de nossas próprias vidas.

Com isso, acabamos acumulando certa ansiedade, estresse, e não conseguimos conduzir tão bem a energia à nossa volta de maneira que seja sempre revigorante, positiva e estimulante. Precisamos de momentos em que colocamos nossa mente e corpo em uma só sintonia, relaxamos, ficamos introspectivos e sentimos o equilíbrio.

O Ministério da Saúde inclusive publica diversos vídeos em sua página no Facebook, esses videos trazem sempre a saúde como tema principal e reconhece, inclusive,  a meditação como um importante instrumento de combate ao estresse. Segue um minivídeo que apresenta diversos benefícios da meditação à nossa saúde:




Se você acaba se fazendo de "pára-raio" de problemas (inclusive dos que não são seus), vale a pena reservar uns minutinhos para meditar. Eu não consegui me esforçar o suficiente para sentar e meditar. Mas quando estou com Marisol no colo, para que ela durma, nos posiciono em frente à janela da sala ou do meu quarto, para que possamos escutar e sentir a natureza lá fora.

Vista da janela, com um lindo céu nublado e as árvores movimentadas pelo vento lá fora.
Por enquanto, ainda temos uma área de reserva lá fora. E desfrutaremos dela enquanto existir. Assim medito, sinto, congrego. Minha atual forma de meditar, respirar, reduzir meu estresse e até "colocar a cabeça no lugar", quando necessário. É o meu lugar comum.

E você, medita?

:*
Uma linda quinta!

Perfil do blog no Instagram (@in_material).

A verdade é que eu sempre quis manter o blog o mais reservado possível, só "meu". Mas não é esse o propósito de compartilhar e compreender o universo à nossa volta, por isso, criei o perfil do blog no Instagram. Agora poderei fazer sorteios novamente, de uma forma mais atualizada, além de poder expandir e continuar aprendendo com todas as pessoas que estão nessa vida compartilhando conhecimentos e experiências conosco.



Ainda é um começo tímido mas tenho paciência que tudo é uma construção e eu gosto de construir o meu caminho com pés firmes. O perfil do blog é @in_material, e aguardo você por lá pra gente poder compartilhar mais coisas juntos nessa rede social de tão amplo alcance.

Se tiver dicas para me dar a respeito deste novo caminho, sou toda ouvidos!


:*
Uma iluminada quarta pra gente!

Frase de efeito: Energia (budismo).

Uma frase que conhecemos bem mas que não damos a devida importância em nosso dia a dia. A nossa reação sempre vai depender de nós mesmos, diante as inquietudes e fatos que ocorrem em nossas vidas. Cabe a nós mesmos compreender que nós é que devemos ter o controle sobre nossas ações.

Imagem via

Sabe por que o outro rouba a sua energia? Porque você deixa a porta aberta.

Existem pessoas que me tiram do sério. Se eu pudesse, nem mesmo olharia na cara, mas ainda assim reúno forças para cumprimentar e ser cordial, mesmo quando só gostaria de me esconder e fingir que não existe. Raras são as pessoas que existem pra me tirar do eixo, conto nos dedos. E essas eu realmente deixo a "porta aberta" para que roubem o meu melhor. Infelizmente é algo que ainda não consigo controlar...quando vem a evolução espiritual total?

Me conta, com certeza você tem um "ladrão" desses em sua vida, né?!

:*

Campanha: Julho Livre de Plástico (Plastic Free July).

Imagem via

Eu aceitei o desafio do Plastic Free July, mas admito que não consigo cumprir 100%. Ninguém vai conseguir. Isso porque nossas roupas, utensílios, necessidades diárias envolvem o material plástico de alguma forma. 

Por exemplo, fui comprar um achocolatado em pó em sachê e lá estava o plástico. Preciso comprar um brinquedo para a bebê e o material tem que ser plástico (atóxico, mas plástico). Sem contar que existem coisas que já vem embaladas em plástico e não conseguimos simplesmente dizer "não quero levar" pois tanto faz se você deixa na loja ou leva para casa, o plástico está ali para ser descartado.

Me dói o coração toda vez que preciso descartar algum material plástico, pois sei que o bendito material vai durar mais tempo do que muitas gerações da minha família, nesse mundo. É exatamente isso que a campanha quer incentivar, EVITAR O PLÁSTICO AO MÁXIMO QUE VOCÊ PUDER!

O que realmente quero é que as empresas comecem a pensar em soluções menos poluidoras, em toda a sua cadeia produtiva, para que realmente consigamos alcançar o "plastic free". Até lá, vamos rejeitar todo tipo de material plástico que conseguirmos e alavancar essa campanha de tamanha importância para nós, nossos filhos e as gerações futuras.

Imagem via

No site do desafio você consegue se nortear, inclusive tem essa lista de escolhas que nos ajuda a nortear o que podemos fazer para reduzir esse consumo, dando opções de como evitar e substituir o plástico diário que introduzimos em nossas vidas.

Passa no site e conheça o desafio!
Sempre vale a pena cuidar do que é nosso (saúde, família, planeta!).


Uma semana "plastic free" pra todos nós!
:**

Dica de quinta: Esmaltes - Coleção Bailarina by Impala.

Uma amiga me presenteou com um lindo esmalte nude que eu já estava de olho para comprar (a louca do nude!). O presente foi o Sapatilha de Ballet, da Impala, da coleção Bailarina. Como uma boa viciada em esmaltes (péssimo vício! rsrsrs) acabei indo na mesma loja e comprei o resto da coleção.

Sapatilha de Ballet - Impala

O vício não é só por esmaltes, mas também por nudes! Então sempre que dá experimento um novo nude ou acabo repetindo algum que já amo. Além do Sapatilha de Ballet, também experimentei o Ballet Clássico, e admito que a tonalidade nas unhas não me agradou. Pelo menos não nas minhas unhas! 

Ballet Clássico - Impala

Eu não aconselho você sair por aí comprando uma coleção inteira, é sempre bom ponderar se você precisa mesmo disso, inclusive porque algumas tonalidades dentro dessas coleções são sempre semelhantes, como vocês vão ver a seguir.


Da esquerda para a direita (claro para o escuro): Plié, Ballet Clássico, Collant, Sapatilha de Ballet, Balloné e Na Ponta do Pé. Dá pra perceber que os dois últimos tons são muito parecidos, mas só poderei comprovar isso após pintar e então conto pra vocês. Deixo claro que isso não é um publieditorial.

Ainda falta experimentar quatro cores, mas hoje já estou na empreitada de mais uma delas. Apesar do clima de Copa do Mundo, vou optar pelas cores da Seleção Brasileira de Futebol, apenas nas roupas. 

Gosto da durabilidade deles já que minha nova vida de mamãe não me permite fazer unhas a todo momento. Se eu pudesse sempre ir ou trazer uma manicure pra deixar minhas unhas sempre belas...*.*

Você já experimentou algum tom desta coleção? Curtiu?



Uma linda quinta pra gente!
:*

Preciso de um final de semana em um SPA!

Imagem via

Alguém se habilita a me dar de presente? Sério, desde a gravidez a gente escuta duzentas opiniões todos os dias (até de desconhecidos), e isso vai nos tornando uma pessoa irritada e amarga aos poucos.

A bebê tem quatro meses (de muita proteção divina, que assim seja!) e esses conhecidos "pitacos" continuam. Não é que façam por mal, mas essas pessoas acreditam que tem uma boa referência para te dar e já começam até as comparações. 

Ou sou muito insuportável (mais do que acreditava ser) ou realmente é muito chato você ter que se preocupar como responder a cada opinião ou comparação alheia (inclusive dos estranhos).

Preciso de um Spa! Vou com a guria e tento relaxar e compreender, interiorizar verdadeiramente, que nenhuma opinião irá alterar a forma como vamos educar nossa bebê. Podemos ponderar sobre esses pitacos, sim, mas não vamos fazer nada do jeito dos outros. 

E quando comparam, o que devo fazer?! Porque também sei que não é por mal, mas é desnecessário eu saber a forma como outra criança se desenvolve, ou se desenvolveu, para nortear a minha.

E aí..alguém tem algum conselho sobre como proceder nessa vida de maternidade, sem surtar?!

Bjos e uma linda quarta!

Frase de efeito: Livro - As vantagens de ser otimista...

Meu irmão ganhou um livro da namorada dele e peguei emprestado assim que ele concluiu a leitura, chama-se "As vantagens de ser otimista - Um kit de sobrevivência para tempos difíceis", do Allan Percy. Admito que só consegui ler o prefácio (calma, tem poucos dias em minha mão!), mas logo na orelha do livro tem uma frase conhecida do Winston Churchill que tinha que vir parar nesta postagem.

Como uma boa otimista que sou, lá vamos nós:



Um pessimista vê a dificuldade em cada oportunidade; um otimista enxerga a oportunidade em cada dificuldade.


Já tive meus momentos de pessimismo, mas no fundo eu sou uma otimista. Eu sempre tento ver o lado bom das coisas, sempre tento compreender que algo ocorre para que um acontecimento ainda melhor possa se concretizar. A vida é isso, no fim, tudo é lição, aprendizado.

Depois que eu terminar de ler este livro, venho aqui comentar para vocês.

:*
Uma ótima terça!

De volta!

Depois de um mês sem postagem e de pensar seriamente em parar com o blog, minha irmã me dá o incentivo certo pra voltar.

É complicado pra mim pensar em postagens quando minha vida não tem mais o ritmo de antes.  Não assisto mais a mesma quantidade de filmes nem leio livros. Basicamente os assuntos do meu dia a dia envolvem coisas da maternidade ou de rotina doméstica. 

Minha intenção jamais foi de fazer um blog temático, em que eu falasse de um assunto específico exaustivamente. E não seria agora que tornaria esse espaço, esse cantinho que construo há tanto tempo, em um rótulo único.

Então, modifiquei algumas coisas e vou inserir sim assuntos da minha realidade atual ao blog. Continuarei compartilhando temas, ideias, filmes e dicas só que agora também tem maternidade e dicas de dona de casa. 

Espero que continuem por aqui, mudar e sempre preciso. E que o Brasil faça uma magnífica partida hoje!

Imagem via

Que tenhamos uma semana de muita luz!
:*

Frase de efeito: Instagram - Gabi Artz

Para um dia como terça, é importante uma dose de coragem para perseverar não só nos sonhos mas na luta diária, na vida diária. Gosto do Instagram @gabiartz, gosto das mensagens, imagens e como tudo casa bem e faz sentido.


Às vezes pra voltar ao equilíbrio é preciso tirar os pés do chão.
 (Gabi Artz)

Isso me lembra o filme Gravidade. Onde a personagem da Sandra Bullock demonstra a importância dos pés "no chão", o reaprender a andar, reviver após toda aquela jornada no espaço. O quanto é importante a nossa firmeza no pisar, a segurança no caminhar. É tão bom né? E nem todos pode ter esse privilégio (neste caso estou sendo genérica).

Mas da forma metafórica em que é colocado na imagem, acredito que queira dizer que precisamos tomar distância do que nos aflige, nos tira do eixo, para poder estar novamente em sintonia consigo mesma e com o todo.

Uma linda terça pra gente! 
:***

Mudanças, adaptações, escolhas = Vida!

Uma nova semana começa e a vida muda cada dia. Todo dia é uma novidade com bebê em casa, e as minhas programações jamais ficam conforme planejado. 

Estou numa luta interna a respeito de algo que goste de fazer e que seja rentável. Muitas coisas desse tipo existe, mas preciso descobrir se são pra mim. Esse tempo em casa, apesar de ser dedicado em maior parte aos cuidados à Marisol, tenho vontade de ser mais produtiva (como se eu já não tivesse bastante serviço materno e doméstico!). Tenho vontade de fazer doces, bolos confeitados...Só não sei como vou administrar uma dormida da bebê para fazer uma massa de cupcake e depois um chantilly...eheheheh

Mas sabe...nem tentei ainda e não vou desistir. Preciso arriscar e ver até onde consigo chegar. Se não for isso, outra coisa será.

E nesse dilema,construindo esse post durante meu dia, não poderia deixar de registrar sobre o falecimento da Nara Almeida (@almeidanara). Uma luta com inúmeras batalhas vencidas, um caminhar de aprendizado e ensinamentos. A Nara, despretensiosamente, ensinou muito mais do que poderia imaginar com cada postagem, cada mensagem. Que esses registros jamais se apaguem, pois, uma luz dessas não pode ser ocultada. Ela não se apagará.


E como desejo sempre, e continuarei sempre desejando: uma semana iluminada para todos nós!

:**


Inspiração: Kit pipoca (presente de dia das mães).

Além de meu presente ser a minha filha (e sua saúde!), nosso domingo das mães foi em casa relaxando com o papai. Nada melhor que um dia tranquilo em família! A mamãe aqui aproveitou para limpar o forno e fazer as unhas já que o papai tava em casa.

Um dia desses é como um presente pra mim. Além disso, ainda assistimos dois filmes (Círculo de Fogo 2 e Jogador Nº 1), mas ainda não tinha em mãos o presentinho que o papai mandou fazer pra mim:


Um kit pipoca pra mamãe cinéfila :O!! Amei! Arrasou papai! Olha quem ele coloca na estampa...nossa pinguinho de gente na foto de 2 meses dela...ai meu coração! Foi o próprio papai quem fez a arte.


A ideia ele teve pois a pessoa que confecciona os kits pipoca é cliente da loja onde ele trabalha, e ele já tinha feito um para nossa filha do qual eu já tinha me apaixonado! A arte do dela também foi ele quem fez. Atenção aos detalhes com sol e um bebê no sol (que acho que não dá pra ver na foto..ehehehe).



Ahhh..papai arrasou dessa vez!
Já lavei e tô louca pra inaugurar!

Uma linda quarta inspiradora pra gente1
:*

Frase de efeito: Constanza e Marilu

Ainda no clima do Sofa Chat Show da Constanza e Marilu, trago um episódio em que a Constanza fala algo que me afeta diretamente no momento que eu estou vivendo (maternidade):


Nossa experiência não serve pra ninguém, só serve pra gente.

Eu tenho pensado muito nisso e sei que vivi e ainda vivo opinando aqui e ali. Querendo falar das minhas experiências e tentar ajudar as pessoas que me procuram pra desabafar, com algum exemplo prático. Mas no fim das contas não adianta. Tem coisas que precisamos passar pra saber como é. A maternidade é uma dessas coisas.

É muito, muito, muito chato as pessoas comparando porque fulano não era assim quando bebê, beltrano não mamava tanto, você tá colocando vício...a vontade que dá é mandar todo mundo pra aquele lugar. Mas preciso pensar que não estão fazendo isso por mal, elas apenas acham que estão ajudando (não estão!) e tento ser compreensiva após ponderar.

Mas agora tenho essa frase e acredito ser mais feliz após meu conhecimento e reflexão sobre ela. É uma máxima! Não podemos achar que nossas experiências vão servir pros outros, cada ser humano é único. Cada organismo é único! E a vida então... essa é mesmo única!

Lindas essas duas, viu?!

:*
uma linda terça pra gente!

Vida saudável: Smothie.

Em casa o tempo inteiro eu só sei comer. Não só porque a amamentação dá fome, mas também pela "falta do que fazer". Não me entenda mal, eu tenho muito a fazer, mas com bebê pequeno até comer se torna uma tarefa difícil e, por isso, a gente vai comendo bobagens mesmo por estarem sempre prontas e serem fáceis de pegar.

nunca tinha congelado banana, mas sigo a @jujulianagoes e o @cricadk no Instagram e sempre vejo algumas preparações dele para a mamãe Ju. Congelei as bananas e hoje consegui um tempinho para fazer um Smothie. Eu segui essa receita do Crica com as frutas que eu tenho aqui já congeladas (eu tenho hábito de congelar as frutas já lavadas e cortadas).



Utilizei:

- 2 bananas congeladas (em rodelas);
- 2 rodelas de abacaxi (congelado);
- 2 pedaços de manga (congelada).

Cobri com um pouco de granola e uvas passa.

O sabor é sensacional! Achei que ia ter gosto de banana e na verdade senti muito mais o abacaxi. Detalhe que não usei água como o Crica ensina no link que indiquei, então ficou bem sorvete a textura, cremoso por causa da banana.

Quero experimentar outras frutas depois. Preciso criar lanches alternativos e uma rotina (não sei como!) para me alimentar melhor. Vejo que é muito mais fácil quando se tem outra pessoa em casa que cozinha ou para ajudar nessas tarefas ou até com a bebê.

Mas com o tempo vamos nos adequando. Eu e ela.

Experimenta essa receita é muito legal, vai se surpreender com os sabores!

:**
uma semana iluminada pra gente!

Constanza e Marilu

Genteeee! Eu sempre via nos intervalos dos programas do Discovery Home and Health (H&H) duas jóias raras do nosso país, falando abertamente sobre assuntos diversos sobre si mesmas, detalhes e histórias de suas vidas privadas, com muito humor e sentimentos.

Imagem via

Estou falando da Constanza Pascolato e da Marilu Beer na série Costanza&Marilu. A empresária, consultora, e autoridade em moda no Brasil, Costanza Pascolato e a artista plástica Marilu Beer, duas estrangeiras naturalizadas brasileiras, amigas desde os anos 60, protagonizam um "Sofa Chat Show” divertido e, na minha humilde opinião, cheio de experiências vividas a serem reproduzidas.

Eu vejo no canal Discovery H&H (vídeos da primeira temporada, 2014), mas a gente pode ver cada episódio no YOUTUBE, tem tudo lá e você não vai se arrepender! O bate papo delas não segue um roteiro, elas escolhem uma letra do alfabeto, uma ou duas palavras para nortear o tema (tipo... C: casamento) e o resultado é uma conversa descontraída, sincera, real e cheia de experiências vividas. Na primeira temporada sempre

Despidas de tabus, essas duas damas nos mostram que chegar aos 78 anos com tanto entendimento e discernimento sobre quem são, é perfeitamente possível quando nos enxergamos com mais simplicidade.

Fica minha dica pra essa semana!
:*
muita luz!!

Frase de efeito: Filme - The Post, a guerra secreta.

Ainda no clima de filme, a frase de efeito de hoje vem do filme The Post -  A guerra secreta. Em dias em que a imprensa nada mais é que manipuladora de massas, para atingir objetivos políticos e financeiros próprios, nada melhor que uma frase dita em um filme sobre a imprensa (não posso entrar em detalhes para não dar spoiler) para nos fazer refletir.

Imagem via

"O papel da imprensa é servir aos governados, não aos governantes”


Deveria, mas não é dessa forma. É difícil que a imprensa no geral resolva fazer algo que, ainda que vise o lucro ou o "furo de reportagem", mantenha a seriedade e o compromisso com a verdade. Atualmente é complicado assistir notícias e tentar compreender até onde estamos sendo manipulados, principalmente no que diz respeito à política.

Em ano de eleição devemos mesmo nos focar em tentar entender as coisas e não apenas escutar, sem ponderar, o que está sendo dito e feito pela imprensa brasileira.

Uma linda terça!
:**

Finalmente, um filme! (The Post)

E ontem, finalmente, conseguimos ver um filme!
Cada dia que queremos fazer algo da nossa rotina anterior tentamos descobrir meios para fazê-la. Ontem a guria tava tranquila, tinha dormido bem durante o dia, então tudo indicava que seria uma noite sem escândalos para dormir. Assim foi!

Imagem via
O filme que escolhi para reinaugurar minha vida cinéfila foi The Post - A guerra secreta. O marido ficou meio confuso no decorrer do filme, beirando a perder o interesse. Mas eu entendo ele. É complicado quando a trama envolve muitos personagens e nos perdemos em descobrir quem é quem até que chegue próximo ao final do filme, que é quando já conhecemos todos os personagens.

A Meryl Streep pra mim é uma deusa. Eu não consigo dizer o nome de algum filme em que ela atuou e eu não gostei da sua atuação. Sou fã! Achei muito interessante a escolha dela para representar a Katharine Graham, a primeira mulher a exercer cargo de chefia em um jornal, neste caso ela é dona do The Washington Post, mas que sofre alguns constrangimentos por ser mulher em um mundo ainda dominado por homens.

Achei que foi bem sutil a escolha do Spilberg em retratar o machismo da época, quando tinha a missão maior de retratar o escândalo que envolvia a guerra do Vietnã e a missão da imprensa em cumprir seu papel, a qualquer custo, para propagar a informação à população.

Eu gostei muito das interpretações e da história geral.
Melhor mesmo foi poder ver um filme depois de tanto tempo, mesmo 2 horas tendo virado 3!

:**
Uma semana maravilhosa para nós!

Inspiração: Pote da Gratidão.

Tenho muitas horas de IG, BabyCenter e Whatsapp agora. Isso porque durante as madrugadas enquanto a Sol mama, eu simplesmente vou ler no BabyCenter ou me distrair no IG. Em uma dessas madrugas eu vi no Instagram do Blog da Mimis uma dica muito interessante do "Pote da Gratidão".

Imagem via
A ideia é a motivação que podemos nos dar baseada em nossas próprias experiências positivas. Basta escolher um pote de vidro (reaproveite algum que antes conservava algum alimento) e deixar sempre papel e caneta próximos a ele (deixe o papel em um tamanho pequeno, para simplificar). Assim, todos os dias deposite um agradecimento no pote, algo que ocorreu no dia mesmo ou em qualquer etapa de sua vida e que se recorde.

Dessa forma, quando você estiver decepcionado ou acreditando que nada de bom te acontece, ou que a felicidade não é pra você, simplesmente vá no Pote da Gratidão e retire um papel. Neste momento perceberá que coisas muito boas já lhe aconteceram e ainda acontecem em sua vida.

Já estou providenciando o meu!

Uma linda quarta para nós!
:**

Frase de efeito: Autor desconhecido.

Imagem via

Treine sua mente para ver o lado bom de qualquer situação.


Não sei de quem é a autoria da frase, mas vi no IG e a senti muito verdadeira. Quanto mais estivermos dispostos a sentir a negatividade de todas as coisas que nos acontece, estaremos sujeitos a uma vida miserável. Temos que tirar lições de tudo o que nos ocorre e, quando a situação demonstrar algo em desacordo com o que desejamos, temos que nos lembrar de que algo bom também provém daí. Sempre!

Você já fez esse exercício?
É muito importante para sua paz interior e evolução neste mundo. Tente e não irá se arrepender!

:**
Uma linda terça!

Sete semanas ^-^

Cara de cansada...sem make!

Saudade daqui. Mas os dias têm estabelecido prioridades novas o tempo todo! De qualquer forma, assumo que ainda tenho que organizar o meu tempo para vir aqui arrumar a casa e receber lindas visitas. E visitá-las também!

Por mais que eu não admita, são muitas coisas novas. Com a bebê são coisas novas, diferentes, cansativas e deliciosas a cada dia. A gente aprendeu muita coisa com ela e sei que é um aprendizado infindável. Que assim seja!

Ansiosa para dar as vacinas de 2 meses e poder passear com ela pela rua, de vez em quando. Estamos ambas com baixa vitamina D, pois os banhos de sol estão meio escassos com dias nublados. Quando o sol aparece, acontece dela estar dormindo e não sou eu quem vai acordar ela...ahahahah quando ela dorme, deixa ela dormir por favor!

Tenho colocado minhas séries em dia, algo que não estava fazendo. Tem sido bastante produtivo a cada mamada, assistir tudinho que gosto ^-^ Estou administrando melhor meu tempo a cada cochilada que ela dá e acredito que a vida já estará numa nova ordem em breve. O médico já me liberou pra fazer tudo, só academia que ele disse que após três meses...então tenho mais um mês pra engordar e então poder voltar aos treinos.

Como foi seu final de semana?
Aqui, visitinhas calorosas e muito amor no coração.

:**
Uma semana iluminada pra gente!

Esmalte da semana: Ivete Sangalo - Astral.

Dia desses postei no Instagram que consegui tempo pra pintar minhas unhas. Aliás, tempo é realmente escasso e quando temos, ficamos sem saber o que fazer com ele. Não consigo priorizar já que sinto falta de fazer TUDO! Mas não me incomodo, acho maravilhoso o tempo que passo com minha pinguinho de gente e isso é impagável!

Essa semana o esmalte é esse lindinho da Beauty & Love, linha da Ivete Sangalo, cujo nome é Astral. É um nude muito lindo e achei que fiquei mesmo com unhas de ryca o.O


Estou começando a me adaptar com as rotinas da Marisol, tem dias que prefiro dormir quando ela dorme, mas como tem uma soneca pela manhã, eu pego carona nela para poder ter uma tarde mais produtiva quando ela dorme mais pesado.

Em breve a programação do blog volta ao normal e pretendo modificar a cara dele esse ano. Será que consigo?! Espero que sim!

:*
Uma semana iluminada para nós!

Esse tal puerpério...


Há dias que estava querendo postar aqui no blog e não estava exatamente certa do que gostaria de postar. Por hora, trago o misto de emoções e sentimentos que me invadiram desde o dia em que escutei o choro dela pela primeira vez, ainda sem vê-la, mas sendo invadida por uma felicidade que jamais pensei ter sentido antes: "ela está aqui", pensei, e as lágrimas rolaram pelo meu rosto também.

O anestesista até brincou que eu ia borrar a maquiagem, mas não chegou a tanto. A experiência no hospital é estranha. Tudo é bem invasivo, mesmo estando em um quarto/apartamento somente com sua família. Ainda assim, não me incomodei.

O principal era meu presentinho e ela estava ali e ninguém mais que ela precisava de atenção e calor humano. E ela teve. As vovós não arredaram o pé e até uma titia veio de um pouco longe pra conhecer a Marisol. A irmã também estava lá e cuidou dela pra mim da forma que pedi.

O primeiro dia ela entalou com uma golfada e foi a primeira vez que conheci o medo. Chorei por estar na cama impotente sem poder levantar pra pegá-la, mesmo ela estando em segurança nos braços da vovó.

Óbvio, não dormi. Fiz vigília enquanto minha mãe dormia e qualquer coisa eu chamaria ela ou a enfermeira. Segundo dia minha irmã foi dormir conosco. Eu já estava apavorada com a possibilidade dela entalar novamente, tirei um cochilo ou outro enquanto ela estava no colo da tia, mas quando ia pro berço, eu estava super acordada.

Terceiro dia e viemos pra casa. Passamos na casa da sogra primeiro, almoço, um pouco mais de família, amor. Em casa, a sogra veio nos ajudar na primeira noite, eu já estava letárgica de tantas noites insone e consegui relaxar um pouco enquanto ela estava em seus braços.

Os outros dias foram me deixando mais tranquila. Ela golfou outras vezes e fizemos a manobra ensinada pela médica para não ter problema. Já consigo dormir quando ela dorme, mesmo que de sono leve. Estamos nos adaptando mas o medo está sempre me rondando.

Chamam isso de puerpério. Só espero que passe logo pois meus hormônios estão se rebelando contra mim. Eu choro quando lembro do nascimento dela, choro quando olho pra ela, tão pequena... Choro de saudade do marido, vontade dele estar sempre perto. De dia tudo é tranquilo, mas ao final da tarde e chegada da noite começam minhas lamentações.

Passam rápido. São momentos. Não sei por que e nem de onde vem. Mas o medo jamais vai me vencer, seja por causa do tal puerpério ou não.


Um final de semana de paz pra gente!

Pretendo voltar segunda-feira! Já estamos começando a ter uma certa rotina, então acho que aos poucos a programação aqui volta ao normal.

:**

Decoração: Quarto da Marisol!

Não consegui fazer a postagem ontem pois já não consigo mais ficar confortável na cadeira do home office. Essa foi uma semana cheia de visitinhas pra nós, coisa que amamos! Além disso, foram muitas coisas pra organizar e ajustar para a próxima semana ser leve para receber nossa pequena.

Ainda é inacreditável! Eu e sinto tranquila, uma ansiedade bem controlada, mas sonhando com estes momentos todos que me prometeram! 

Estou fazendo a postagem pelo celular, então vocês vão ver as fotos do quarto dela (e também Home Office) sem a marca do blog.


A plaquinha da porta do quarto, tem messes que fiz. Comprei os materiais e compus. Não lembro se guardei fotos pra fazer um D.I.Y., mas depois dou uma checada.


Vocês podem perceber que o quarto e bem pequeno, mas fiz o impossível pra deixar ele bem organizado e espaçoso. Ainda faltam ajustes, algumas coisas que não deu tempo de mover e encontrar outro espaço, mas ficou bacana.

Esse armário fizemos ha meses. O marceneiro não era muito experiente mas conseguiu fazer o que pedi. A prateleira ficou ótima também, do jeito que pedi.


Em frente ao Home Office temos o berço e a poltrona de amamentação. Ao lado da poltrona você vê o perfil do guarda roupa planejado. Temos mais do que o suficiente, a nossa filha esta muito bem amparada e ficamos tão felizes ao arrumar o berço agora a noite. 

Acho que o marido tá mais ansioso que eu. Não sei o motivo ao certo, mas estou tranquila e acredito que é porque estou entregando nas mãos de Deus que tudo acontece na hora certa e só  ele pode nos amparar.

Estou feliz, otimista e confiante. Por isso estou tranquila apesar da ansiedade. O papai que tá nervoso, e nesse momento sou eu quem tenta acalmar ele e não o contrário ahahahahah

Bom, vejo vocês em breve!

Acompanha meu Instagram @barbaradaisy1, pois acredito que vou atualizar lá mais vezes essa semana do que o blog.

Bjo!
Uma semana iluminada para nós todos!

Sacolas para a maternidade: o que levar?


Na internet encontramos diversas listas com sugestões do que levar à maternidade, tarefa que pode ser complicada para as mamães de primeira viagem. Isso porque nós não temos a experiência do quanto um bebê gasta de roupa ou fraldas por dia (mas lemos muito a respeito!), não sabemos o esquema de banho na maternidade, o que eles disponibilizam e o que precisamos levar.


Aqui, o Hospital me deu a lista quando fui lá agendar a data. Então comecei a arrumar as roupinhas e outros itens nas malinhas dela. Trouxe fotos da bagunça que fiz pra organizar isso e, claro, tive ajuda da minha amiga que teve bebê neste mesmo Hospital, há quase um mês, sobre todos esses itens.


Minha cunhada me deu essas sacolinhas plásticas (imagem acima, canto direito) para separar as roupinhas dela por dia de uso, mas não me ajudou muito pelo espaço que ocuparia na bolsa da maternidade, então preferi arrumar as roupinhas na malinha menor (super espaçosa!), e os outros itens na mala maior sem usar esses plásticos.


Na malinha menor coloquei as roupinhas que quero que ela use em ordem. Essa amarelinha vem no topo da mala, pois quero que a Sol seja vestida de amarelo em sua chegada ^-^ (aquela luvinha com cor amarela escura foi substituída por uma branca!). Logo abaixo a roupinha do segundo dia, mas coloquei dois outros macacões que a vovó paterna deu, pro caso de ela sujar alguma peça.


Esse macacão (abaixo) que já é da família há inúmeros anos, está novíssimo! Será a saída de maternidade dela. Pela estimativa do médico, minha filha é comprida (45cm), mas ainda acho que esse macacão vai ficar enorme nela. Por isso é importante levar as outras três peças de roupas, pra caso haja eventualidades.



Higienizei os itens de uso para a bebê (kit manicure) com álcool a 70%, assim como o guarda roupa, gavetas e farei o mesmo com o berço também. Talvez seja um excesso meu, mas já tenho o hábito de limpar tudo o que tocamos muito com as mãos, com álcool a 70%.


Agora vamos à lista sugerida pelo Hospital que, apesar de curta, pede alguns itens em quantidade:

Clique na imagem para ampliar.
Lembrando que são sugestões do Hospital, para orientar. Também tem a lista da mamãe, vamos ver?

Clique na imagem para ampliar.
Além disso eles fazem uma listinha de sugestões de itens de higiene pessoal (sabonete, escova de dentes, etc), coisas que já levamos quando vamos fazer uma viagem ou passar uns dias fora de casa. Na hora em que fizemos o agendamento a moça orientou o acompanhante que vai assistir ao parto (papai) no que ele deve usar.

A minha mala não está nas fotos, mas basicamente incluí absorventes noturnos (dica de uma amiga) na lista. Nunca usei uma amiga me indicou por ser mais fino e confortável do que os que os hospitais disponibilizam. E hoje é dia de deixar ela prontinha!

Amanhã eu volto! Quero mostrar o quarto dela mesmo sem o kit berço arrumado (pois só vou arrumar no domingo a noite.

Espero ajudar quem busque qualquer tipo de luz sobre esse assunto.
Uma excelente sexta-feira pra gente!

:**

Diário da gravidez: 3º trimestre da gestação.

Ainda estou no terceiro trimestre da gestação, mas é assim mesmo. Como já contei a vocês, o parto foi agendado para o dia 26/02/2018 e estou aqui na expectativa, ansiedade e ainda sem conseguir acreditar em tudo isso. Vamos lá!




Importantíssimo! É preciso registrar tudo sim, você vai amar a retrospectiva no final. Ou recordar um dia sobre tudo o que aprendeu e passou. Até rir dos perrengues, né!? Como blogueira já tenho essa mania de registrar, então colecionei muitos vídeos e fotos no meu google drive. Só não os separei por período, mas depois faço isso.





Coisa boa é poder contar com amor...sentir amor! E quando você sente isso vindo das pessoas o único sentimento que prevalece em você é da gratidão. Amigos e família, sempre tão carinhosos e felizes compartilhando com você a vida nova que está chegando! É delicioso! Não ia fazer "chá" de nada, mas a família do marido cobrou tanto que resolvemos fazer um chá de bebê (pois de fraldas a gente fez lá no trabalho). Apesar dos percalços e inexperiência em dar festas, conseguimos sentir amor em todos os momentos. Aliás, tudo isso desde a descoberta da gravidez! Grata sempre, por tudo!


Eu dou palavrão quando falo deles. Pois me irrita que eu esteja tão emotiva! Eu tenho chorado por tudo. Quase, né?! Um exemplo foi naquele dia que a técnica futucou minha pobre veia com a agulha, pois o fluxo de sangue não saía, fazendo um novo furo no mesmo braço pra puxar de seringa. Aquilo me fez chegar no trabalho emotiva, fragilizada, contei pra minha amiga grávida chorando sem conseguir controlar aquelas lágrimas...e ela sem entender por que eu estava tão emocionada. Dias depois braço estava extremamente roxo e só me restou raiva por ter permitido aquilo.



Antigamente a ciência não era tão evoluída como hoje. Atualmente existem mais explicações e orientações comprovadas a serem esclarecidas a todas as gestantes. Mesmo assim, nos deparamos com pessoas antigas querendo nos impor (a palavra é essa mesmo) realidade de antigamente. Exemplos: "come bastante cuscuz que dá leite"; barriga pontuda é menino; sua barriga tá baixa, já está perto de ter (depois falo mais sobre isso em Os palpites pioram); cesárea é horrível, melhor parto normal (também falo mais disso já já), entre outros que não lembro mais agora, pois fiz questão de esquecer.



É porque deixaram de ser simplesmente opiniões. Muita gente só me deu opinião/dicas porque pedi e isso é tão bom, pois a gente consegue ponderar sobre nossa opinião e a vivência da pessoa.

Teve gente que questionou muito o uso das fraldas de pano. Sou apaixonada por elas e meu amor pela proteção ambiental é muito maior. Teve gente que apenas me disse que seria difícil, mas a maioria quis provar por A mais B que eu não darei conta. Posso até não conseguir, mas ganhamos mais de 60 fraldas de pano e cerca de 4 calças enxutas (atualmente conhecidas como fraldas ecológicas) e minha iniciativa será de usar assim que me sentir confortável para lavá-las, já que tem um período de resguardo após o parto.

Uma desconhecida me perguntou sobre se penso em ter mais filhos, e eu (burra!!!) respondi honestamente "sim, quero adotar o próximo". Ela quase saiu na mão comigo porque pra ela era inconcebível que eu podendo ter filhos biológicos, cogitava adotar uma criança desconhecida. Pode isso produção!?

Essa mesma desconhecida me fez pedir licença e sair da conversa quando insistiu (demais!!) para eu fazer o parto vaginal já que sou saudável, treino e tenho tudo para fazer um ótimo parto. Perguntei se ela já tinha passado pelas duas situações (vaginal e cesáreo), já que ela falou com tanta propriedade qual era o melhor. Ela nem mesmo tem filhos.

O absurdo maior foi quando um homem chegou pra mim e chamou de louca porque eu optei pelo parto cesáreo em vez do vaginal. Isso não deveria ser uma decisão minha? O corpo é meu, decido eu. Eu tive que perguntar a ele se ele sofreu muito na cesárea que ele fez pra estar me dizendo aquilo daquela forma, a resposta foi que ele não, mas a esposa dele sim. Então não me venha com xorumelas!!!

Todos os dias eu tinha que escutar que minha barriga estava baixa. Gente, as pessoas não sabem como isso irrita! A minha barriga não estava baixa no sétimo nem no oitavo mês como eu escutava todos os dias das mesmas pessoas, agora ela está baixa. Mas não está baixa há três meses...se virem nas minhas fotos, eu fiz uma barriga mais baixa mesmo.




Essas só não me assustaram pois minha amiga de gravidez (e pra vida!) já tinha me participado dessa experiência dela. O BabyCenter ajuda nisso também! Explica o que são, quando podem começar a  ocorrer e tudo o mais que está implicado. Essa foto é de uma contração de treinamento, foi a que deixou a barriga com a forma mais estranha, e tive que fotografar. Mas não se preocupe! É só o útero treinando!





Difícil...eu tive que comprar alguns vestidos para a gestação, por mais que pensasse que minhas roupas iam ter que servir para toda a ela. Impossível!! Nossa circunferência é outra! Na minha última semana de trabalho eu usava um dos vestidos a cada dia, sendo que tinha um vestido e um macacão azul floral que foram cedidos por minha cunhada. O vestido está curto mas usei assim mesmo, agora já aposentei ele. Ainda assim, eu buscava repetir o vestido listrado pois a gente só consegue sentar com as pernas BEM abertas, e é mais fácil quando visto ele.




Minha pressão está boa, controlada, mas na última segunda e terça acabei precisando ir pra rua, tinha consulta com meu obstetra e com o anestesista, além disso, na terça fui resolver algumas coisas do meu afilhado. Em ambos os dias, quando cheguei em casa, percebi que não dá mais pra tanto esforço.  Os pés começaram a inchar!! Vou dizer a vocês que é esforço mesmo viu? Eu canso quando fico mais de 3 minutos em pé parada, me falta ar. Caminhar em algum momento dá vontade de sentar. Tá puxado!!! 

Coloquei os pés pra cima e vou ficar assim nos próximos dias, só dentro de casa. Esforço mínimo!




Atualmente dormir tem sido um problema. Não tenho mais posição. Os médicos recomendam que deitemos de lado (esquerdo) para uma melhor circulação sanguínea, e de fato você percebe que é o melhor jeito. Mas começa a sentir dor no quadril, ciático...tudo porque está dormindo sobre a perna esquerda e isso dói muito.

Uso quatro travesseiros e duas almofadas como podem ver. Não é suficiente até porque fico na paranoia de estar amassando/ apertando minha bebê, pois ela também está posicionada do lado esquerdo. Às vezes ela se mexe muito, acabo levantando por sentir que incomoda a ela essa posição. Aí acabo sentando e encostando na pilha de travesseiros.

Andar já é pesado, ficar em pé muito tempo, falar muito me faz cansar, realizar qualquer atividade me faz cansar!




Essa está sendo a pior parte. Eu só tenho vontade de comer doces! Tudo o que tem açúcar...gente é absurda a vontade. Esses dias estou dando uma controlada porque tenho exagerado mesmo! Sem contar que tudo o que comemos tem algum tipo de açúcar, aí fica difícil. Mas semana que vem já volto pra dieta, alimentação saudável, até por que nossa bebê precisa receber bons nutrientes pelo meu leite.


Bom, espero que tenham gostado!
Nos próximos dias vem novidades desta semana com a preparação das malinhas de maternidade, a lista do que levar, e  quarto da nossa Sol.

:*
uma lindíssima quinta!
(faltam 4 dias!)