Dica de quinta: Phosfato.

Conheci a Phosfato através do Instagram de algumas blogueiras e resolvi me aventurar a conhecer. Eu admito que fico impressionada com o quanto o ser humano ainda pode "criar" coisas interessantes nos dias de hoje e, simplesmente, AMEI o trabalho da Phosfato.


Com o lema de "Não imprimimos fotos, fabricamos memórias", a Phosfato funciona através da sincronização das nossas contas no Facebook e Instagram, ou ainda quando enviamos fotos de nosso celular, para que sejam sorteadas, impressas e enviadas para nós.


Achei interessante a aparência de foto daquela câmera Polaroid, e eles garantem "formatos exclusivos, papel fotográfico de alta qualidade e uma embalagem especial". Você pode escolher um dos planos para fazer a assinatura: Mini Pack (6 fotos surpresas), Smart Pack (9 fotos surpresas) e Elephant Pack (12 fotos surpresas).


Escolhi o Elephant Pack e achei o valor bastante razoável ainda que sejam fotos em tamanho pequeno. O mais incrível de tudo é que estou pra fazer dois álbuns (um da gestação o outro da Marisol) e aí me surge a Phosfato imprimindo minhas memórias de forma a me deixar bastante empolgada com o mecanismo do sorteio!

Meu sorteio ocorreu ontem, ainda levará cerca de cinco dias para eles produzirem e então enviarem as fotos surpresas pra mim. No site, vão sendo carregadas fotos desses aplicativos aos poucos e você é quem vai dizer quais você quer que entre no sorteio. Pode adicionar legenda, data e número de curtidas.

Enquanto eu aguardo minhas fotos, você já pode ir lá fazer sua assinatura GRATUITA e sem compromisso (você pode cancelar a assinatura quando quiser, sem custo) e utilizar meu cupom de desconto  BARBARAC4516.

Assim que minhas fotos chegarem, venho contar pra vocês minhas impressões a respeito.
Quem não gosta de uma surpresa, né?!

Conheça também o Instagram da Phosfato .

:*
Uma quinta de paz e luz!

Inspiração: Avon - Impossível não te notar.

Aquele momento em que você está assistindo ao vídeo de "Seu Lobato tinha um sítio" e aparece uma propaganda. Geralmente espero os três segundos e já "pulo", mas algumas vezes eu procuro dar uma chance e ver do que se trata. 

Hoje me inspirou essa homenagem da Avon à jogadora Marta que, aliás, acaba homenageando a todas as mulheres pela força, garra, dedicação. A Marta é essa mulher que representa o mulheril muito bem, ela vem pra fazer diversas sociedades machistas ficarem aos seus pés com seu talento (NATO).

E a Avon...aaahh... que sacada! Que homenagem!
Inspire-se!




O impossível é não te notar 
Quem olha no olho não passa despercebida, porque sabe quem é e onde pode chegar. Vem cá, olha no olho dela. Marta, a maior artilheira do mundo. Ela sabe a força que tem. Ela ocupa o lugar que escolheu. Olha pra ela. Olha essa força. Até mesmo porque… É impossível não notar essa mulher.


O olhar da Marta é ressaltado pela máscara de cílios Big & Extreme, lançamento da marca que já quero experimentar!

Hashtag das boas né (#impossívelnãotenotar)? Já quero participar com meu olhar! ehehehe
Quem sabe?!

Parabéns à Avon, à narradora da homenagem e, principalmente, à Marta!

:**

Frase de efeito: Livro - As vantagens de ser otimista.

Não analisar. Isso é o que mais faço, o tempo todo. Até quando não faz sentido, meu cérebro passa a analisar uma situação dezenas de vezes e isso me tira a paz. Muitas vezes o que acontece nem é tão importante, mas quando a cena passa, minha mente parece querer buscar e encontrar problema em tudo o que aconteceu, repassando cada cena, gesto, fala, e deturpando tudo a seu bel-prazer só pra me deixar na paranoia.

E caio nessa página do livro As vantagens de ser otimista, de Allan Percy, me dizendo que, provavelmente, eu seja uma pessimista por sair analisando a vida com uma lupa.



Quando nosso olhar pousa em algo de modo inquisitivo, acabamos distorcendo aquilo que vemos.


Sei exatamente de onde vem essa minha paranoia mental, infelizmente tá no sangue, na convivência. É algo que trabalho MUITO, luto MUITO para me livrar. Mas tem dia que a gente parece querer estar suscetível a analisar obsessivamente algo, a transformar uma gota em uma tempestade, a se fazer de vítima, a colocar o outro numa posição de vilão...entre diversas coisas que faço em momentos assim.

Mas, em contrapartida, ligo o lado racional e coloco ele em ação. Se não der certo, experimento contar a tal situação vista sob uma análise minuciosa, a alguém de confiança. Percebo, no momento em que deixo as palavras saírem, o quanto elas não fazem sentido.

E aprendo para a próxima. Até que não haja próxima.

Você faz isso?

:*
Uma terça de MUITA luz!

Semana "Na ponta do pé"!

Vamos começar a semana com bastante entusiasmo?! Só de abrir os olhos e sentir o ar preenchendo nossos pulmões já é uma grande dádiva! E para que você faça tudo isso com elegância, recomendo colocar nas unhas o esmalte Na ponta do pé, da Impala



Esse é o quarto tom que experimento, da coleção Bailarina (outros aqui), e estou apaixonada por ele! Para quem gosta de esmaltes nudes, essa coleção é promissora. Pode ser que alguma cor não te agrade, ou não fique bem em suas unhas (como no caso do Ballet Clássico, não gostei em mim), mas alguma irá te agradar.

Mais uma vez, isso não é um publieditorial.


Uma semana iluminada para nós!
:*

Dica de filme para o final de semana.

Dá pra recomendar o filme Uma dobra no tempo?. Dá sim. Primeiro por cada um ter uma diferente percepção sobre todas as coisas e não significar que quando a crítica não aprova, o público também não aprovará. Sempre vale a pena tentar, desde que seja o seu tipo de entretenimento.

Os irmãos Meg (Storm Reid) e Charles (Deric McCabe) decidem reencontrar o pai (Chris Pine), um cientista que trabalha para o governo e está desaparecido desde que se envolveu em um misterioso projeto. Eles contarão com a ajuda do colega Calvin (Levi Miller) e de três excêntricas mulheres em uma ousada jornada por diferentes lugares do universo. (Fonte: AdoroCinema)

Imagem via

Este filme dirigido por Ava DuVernay com roteiro de Jennifer Lee baseado no livro de Madeleine L'Engle, ensina mas também desaponta. Acredito que isso ocorre muito pela grande expectativa que criamos ao ver o trailer e para quem leu o livro (e gosta quando são reproduzidos nas telonas).

Eu gostei, mas admito que falta algo. É uma maravilha que fala de física e universo, e traz cores e efeitos bem atrativos (os efeitos deixam a desejar um pouco). As atuações são muito boas, mas forçam um pouco em determinados momentos. Eu acredito que isso ocorre porque entre o racional e o mágico universo das crianças faltou um pouco de ambos no longa.

Eu adoro filmes desse tipo, fantasia. Mas falta magia à fantasia empregada e faltou convencimento em uma ou duas cenas sobre a razão. Mas é um belo filme para se assistir em família, ou caso você seja como eu e marido, que adora esse tipo de película. 

No mais, o filme traz algumas belas lições e não pode ser desperdiçado por suas "faltas" já que há nele um universo de curiosidade sobre o desconhecido, o sobrenatural, a própria física, enfim. Quem curte ou tem filhos que curtem histórias de fantasia, fica a dica!

Agora eu vou procurar o livro pra ler. Pode ser que seja mais fantástico ler a aventura como a criadora imaginou, sem a perspectiva racional e sistemática da Ava DuVernay.

Um glorioso final de semana!
:*

Dica de quinta: nada pode nos tirar a paz.

Sabe, muitas vezes carregamos problemas além do que nos é natural. Digo isso porque temos a mania (alguns de nós) de tentar ajudar os outros a lidar e a resolver seus problemas, nos trazendo ainda mais preocupações que não são as de nossas próprias vidas.

Com isso, acabamos acumulando certa ansiedade, estresse, e não conseguimos conduzir tão bem a energia à nossa volta de maneira que seja sempre revigorante, positiva e estimulante. Precisamos de momentos em que colocamos nossa mente e corpo em uma só sintonia, relaxamos, ficamos introspectivos e sentimos o equilíbrio.

O Ministério da Saúde inclusive publica diversos vídeos em sua página no Facebook, esses videos trazem sempre a saúde como tema principal e reconhece, inclusive,  a meditação como um importante instrumento de combate ao estresse. Segue um minivídeo que apresenta diversos benefícios da meditação à nossa saúde:




Se você acaba se fazendo de "pára-raio" de problemas (inclusive dos que não são seus), vale a pena reservar uns minutinhos para meditar. Eu não consegui me esforçar o suficiente para sentar e meditar. Mas quando estou com Marisol no colo, para que ela durma, nos posiciono em frente à janela da sala ou do meu quarto, para que possamos escutar e sentir a natureza lá fora.

Vista da janela, com um lindo céu nublado e as árvores movimentadas pelo vento lá fora.
Por enquanto, ainda temos uma área de reserva lá fora. E desfrutaremos dela enquanto existir. Assim medito, sinto, congrego. Minha atual forma de meditar, respirar, reduzir meu estresse e até "colocar a cabeça no lugar", quando necessário. É o meu lugar comum.

E você, medita?

:*
Uma linda quinta!